Policial federal é inocentado pela justiça e luta para ser reintegrado ao cargo

A vida do policial federal, lotado em Corumbá de 2003 a 2007, e responsável pelo maior número de apreensões de drogas na região naquele período,  Paulo Cesar Coelho, virou  de ‘cabeça para baixo’ da noite para o dia, se transformando num ‘pesadelo’, desde um suposto fragrante por “posse de armas de uso restrito”, em sua residência na Capital do Estado, no dia 11 de Junho de 2008.

Armação…

O caso do suposto ‘crime’ está mais que claro que foi forjado por um Delegado de Polícia, que cometeu suicídio meses após a prisão do federal. O motivo seria um adultério.

O site Capital do Pantanal conseguiu cópias do depoimento da ex-mulher do policial, “não queria falar sobre o caso, mas, diante dessa situação vou ter que mostrar coisas que farão máscaras caírem e muita gente inocente sofrer. Coisas que não gostaria de falar pois são muito dolorosas até para mim”.

Ele diz que o processo está cheio de falsas provas, contradições e depoimentos fictícios que ensejaram com sua absolvição na justiça.